quarta-feira, 31 de agosto de 2016

TRE: choque de ordem eleitoral nas ruas de Belford Roxo

BELFORD ROXO - A Justiça Eleitoral está fechando o cerco contra os abusos cometidos pelos candidatos durante a campanha rumo às eleições no dia 2 de outubro. Em Belford Roxo, a promotora Maria Lúcia Winter, da 1ª Promotoria Criminal de Belford Roxo e da Promotoria Eleitoral comanda uma operação para combater as irregularidades encontradas pelos fiscais. 

De acordo com Winter, uma das irregularidades mais recorrentes encontradas pelas equipes é o excesso de propaganda nos veículos.

Pelas regras, é permitido somente dois adesivos em cada uma das portas, além de uma película no vidro traseiro.

A operação aconteceu na Avenida Joaquim da Costa Lima, na altura do bairro Wona, e contou com o apoio do 39º Batalhão de Polícia Militar de Belford Roxo e a participação de agentes de trânsito do município e de fiscais do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ).

Poluição sonora a todo vapor

Segundo a promotora, a primeira principal reclamação da população é em relação a poluição sonora: os carros ultrapassam o horário das 22 horas, que é o permitido pelo TRE-RJ, e só circulam com o som alto.

“Também estou muito impressionada com o grande número de placas fixadas em postes de iluminação pública em todo o município. Todos os dias registramos esse tipo de ocorrência”, afirmou Maria Lúcia.

Candidatos devem obedecer distância


As equipes de fiscalização apontam outra irregularidade muito recorrente. Em muitos pontos, os partidos estão burlando a regra de manter a distância de 50 metros entre uma propaganda e outra do mesmo candidato e de 10 metros para candidatos diferentes.

“Estamos observando que o pessoal de campanha está criando uma aglomeração proibida 
por lei. Inicialmente, estamos apenas notificando os responsáveis. Mas, em caso de reincidência, aplicaremos a multa e apreenderemos o material de campanha”, disse a promotora. 

Durante a fiscalização, os agentes apreenderam um carro de som dirigido por um adolescente que fazia propaganda para um candidato. O carro estava com a vistoria atrasada desde 2012 e sem placa. O carro foi apreendido e o político notificado.

Via Hora H

Nenhum comentário:

Postar um comentário