quarta-feira, 23 de março de 2016

Reencontro na Cidade do Amor! Wagner Gonçalves retorna à Inocentes de Belford Roxo

BELFORD ROXO - Eles têm um caso de amor! Estamos falando da Inocentes de Belford Roxo e do carnavalesco Wagner Gonçalves, que retorna a escola para desenvolver o Carnaval de 2017 da Caçulinha da Baixada. Wagner foi o responsável por desenvolver carnavais marcantes na história da agremiação entre eles o título de campeã do Acesso em 2012, com o enredo “Corumbá – Ópera Tupi Guaikuru”.


Em 2016 Wagner optou em não trabalhar no carnaval devido a situações pessoais, também por não ter recebido uma proposta que considerasse interessante, e principalmente, viável em termos de estrutura e de apoio para realizar o trabalho. Em conversa com o site CARNAVALESCO ele comentou a decisão. – Por opção resolvi não fazer carnaval em 2016, por inúmeros motivos. Em primeiro lugar por questões pessoais, e em segundo lugar por não considerar atraente nenhuma das propostas que recebi, principalmente em termos de estrutura e de apoio para desenvolver meu trabalho. Essa decisão foi racional e fiquei bem com isso, foi bom. Hoje volto para Inocentes, e me sinto como se fosse um estreante – afirmou Wagner satisfeito.

Até receber o convite para voltar a fazer carnaval na Inocentes, Wagner acreditava já ter contribuído com a escola, e que os dois poderiam seguir seus caminhos separadamente. Entretanto, a facilidade de trabalhar que ele encontrou por lá e a certeza de que a Inocentes abraçaria suas ideias o fez retornar. – Fiz três carnavais consecutivos na Inocentes, e um em 2007, a minha sensação é de que eu já havia contribuído com a escola e que poderíamos seguir caminhos diferentes. Mas a proposta foi sedutora, digo em termos de liberdade para desenvolver meu trabalho, da seriedade da agremiação, uma escola que abraça as ideias, que acredita no meu trabalho e que me dá autonomia para que possa desenvolvê-lo.

Sobre o enredo para o Carnaval 2017 Wagner diz que ainda não foi definido, mas que há uma carta escondida na manga faz um tempo. – Sugeri um enredo que já tinha guardado na manga faz muito tempo, e a escola foi bem receptiva. Ele se comporta legal dentro da estética da Inocentes. Estão todos animados, mas é uma coisa que ainda estamos conversando. Enquanto isso, eu vou trabalhando na parte de pesquisa, até porque se for mesmo esse enredo, ele faz um desdobramento legal e muito grande com várias culturas – conta Wagner em tom de mistério.

Via Carnavalesco

Foto: Felipe Araújo

Nenhum comentário:

Postar um comentário