terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Belford Roxo oferece atenção especial a ostomizados da Baixada


BELFORD ROXO - Uma parceria firmada entre a Prefeitura de Belford Roxo, a Secretaria Estadual de Saúde e o Ministério da Saúde criou o primeiro Polo Regional de Atenção à Saúde de Pessoas Ostomizadas da Baixada. O espaço oferece atendimento especializado, acolhimento e acompanhamento a mais de 500 pacientes ostomizados de sete municípios da Baixada Fluminense, além de realizar a distribuição de bolsas de colostomia. A equipe é formada pelos enfermeiros Hosana Cirino, Juliano Miranda e Wanderson Ribeiro, além das Técnicas em Enfermagem Luzia Martins e Eliane Moreira. 

FACILITAR O ACESSO AS BOLSAS 

O espaço tem objetivo de auxiliar no tratamento de pessoas ostomizadas e facilitar o acesso delas na retirada das bolsas coletoras dentro da região onde residem. Antes a distribuição era feita apenas na sede da Secretaria Estadual de Saúde, na Rua México, no centro da cidade do Rio de Janeiro. O polo, que funciona dentro do PAM (Posto de Atendimento Médico) da Prata, atende pacientes que moram em Belford Roxo, Nova Iguaçu, Mesquita, Seropédica, Japeri, Itaguaí e Queimados.

Objetivos do polo

A proposta do Polo é orientar, facilitar o tratamento e promover qualidade de vida para esses pacientes que vivem numa condição especial. Além de receber pacientes que só eram atendidos no centro do Rio, o espaço vai cadastrar e oferecer acompanhamento médico para outras pessoas que utilizem a bolsa de colostomia. Entre os serviços oferecidos pelo Polo de Atenção à Saúde de Pessoas Ostomizadas estão: orientações para o autocuidado e para colocação e esvaziamento da bolsa de modo a evitar complicações de saúde, acompanhamento nutricional, educação familiar, entre outros.


Via Hora H

Nenhum comentário:

Postar um comentário