quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Busca desesperada completa mais de uma semana

BELFORD ROXO - As luzes na casa da técnica de enfermagem Antônia Arlene do Nascimento, de 51 anos, ficaram acesas e a porta, aberta. Moradora do Lote Quinze, em Belford Roxo, ela sumiu no dia 1º sem deixar qualquer pista.

— Minha mãe não é de sair sem avisar. O mais estranho é que ela deixou os documentos e o celular dentro de casa. E não levou o maço de cigarros, que estava sempre com ela — conta Felipe do Nascimento, de 29 anos.

Como ela morava sozinha, a família só percebeu que estava desaparecida seis dias depois. O caso foi registrado na 54ª DP (Belford Roxo) e encaminhado para a central de desaparecidos da Divisão de Homicídios da Baixada.

— Tentamos ligar, mas ela não atendeu. No sábado, viemos e descobrimos que ela estava sumida. Falaram que a viram andando pela rua e que parecia desorientada — ressalta a nora, Karen Cavalcante, de 27.

Até as exonerações de outubro, ela trabalhava na Unidade Mista do Lote Quinze.


Via Jornal Extra
Por Mais Baixada
12/11/2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário