quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Cidades da Baixada ligadas por BRTs



BELFORD ROXO - No primeiro dia útil de sua gestão, no próximo dia 2, o novo secretário estadual de Transportes, Carlos Roberto Osorio, vai sentir na própria pele como é andar de trem, barca e metrô. Ele garante que esse será o seu primeiro ato, para, só depois, montar seu cronograma de trabalho. Mas uma coisa já é certa, por recomendação do governador Pezão: trabalhar para melhor integração da mobilidade do transporte na Região Metropolitana.

Osorio disse que para qualificar e mudar o transporte na Região Metropolitana precisará vencer desafios:

— O primeiro é a Baixada Fluminense, onde temos o objetivo de melhorar a rede de trens, com novas composições, todas com ar-condicionado, que já foram encomendadas e devem chegar ao longo do ano que vem. Até 2016 temos que completar a refrigeração e renovar cem por cento da frota. Outro desafio é a requalificação gradativa das estações de trens. Vamos também usar equipamentos que permitem a redução dos intervalos entre os trens. Eles já estão em teste no ramal de Deodoro. Isso aumentará a frequência, possibilitando maior oferta para os passageiros. Até 2016, haverá uma significativa melhora do serviço. E vamos ligar os municípios da Baixada com BRTs.

Segundo Osorio, a Região Metropolitana também ganhará corredores do BRT:

— O governo estuda a implantação de uma rede de BRTs, ligando o eixo da Via Dutra e da Rodovia Washington Luís com a Brasil e conectando aos trens da SuperVia. Isso reduzirá a quantidade de ônibus intermunicipais que acessam o Centro do Rio. Além de um conjunto de BRTs que será implantado fazendo a ligação Niterói, São Gonçalo e Itaboraí.


Via Extra
Foto Montagem Notícias de Belford Roxo


Nenhum comentário:

Postar um comentário