quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Febre Chikungunya é tema da capacitação de profissionais da saúde em Belford Roxo



BELFORD ROXO - O governo brasileiro vem alertando a população para o avanço da febre chikungunya no país. O vírus, que é muito parecido com a dengue, é transmitido por um mosquito oriundo da África, que está migrando para outros países, dentre eles o Brasil. Como já foram registrados casos no país, a Prefeitura de Belford Roxo, junto com a Secretaria Municipal da Saúde e a Subsecretaria Executiva de Vigilância em Saúde, se anteciparam a chegada da doença no município e organizaram uma capacitação dos profissionais da área de saúde que foi  realizado na última  nesta terça-ferira, 30 de setembro, na Uniabeu.

A iniciativa visa orientar os profissionais e agentes de saúde, representantes de escolas, sociedade civil, tanto de Belford Roxo, quanto adjacências, sobre a forma de contágio, sintomas, diagnóstico e tratamento dos pacientes contaminados. A cidade do amor é o primeiro município da baixada fluminense a realizar esse tipo de ação, onde a maior preocupação das autoridades gira em torno da proliferação do vírus, que ocorre através do Aedes aegypti e do Aedes albopictus, mosquitos transmissores da dengue e da febre amarela.

“A capacitação dos agentes e profissionais vai servir, inicialmente, para identificarmos possíveis focos transmissores e o vetor com precisão. Vamos alertar a todos sobre o vírus e contamos que cada pessoa seja um multiplicador de informação, levando o conteúdo absorvido para todos os cantos. O nosso maior objetivo é aumentar o índice do trabalho preventivo para evitar possíveis epidemias”, explicou o Superintendente da Vigilância Sanitária, Marcio Bravim. A ação será comandada pela bióloga e mestre em epidemiologia, Roberta Gomes Carvalho, que é consultora do Programa Nacional de Dengue, em Brasília.

Via imprensa PMBR

Nenhum comentário:

Postar um comentário