sábado, 27 de julho de 2013

Clínica da Mulher de Belford Roxo realiza palestra "Violência contra as mulheres não!"



BELFORD ROXO - Na última quinta-feira (25 de julho), foi realizada a palestra “Violência contra as mulheres não!”, na Clínica da Mulher, no Centro de Belford Roxo. Promovida pela Superintendência de Políticas Públicas para Mulheres do Município, em parceria com a Clínica, o evento contou com um público interessado e participativo, que recebeu orientações sobre os tipos de violência contra a mulher. Na ocasião, estiveram presentes o a Superintendente de Políticas para Mulheres, Vera Amaral, a Assistente Social da pasta, Cleide Correa, a Coordenadora da Área de Incentivo de Empreendedorismo e Geração de Renda, Janete Lima, a Coordenadora da Saúde e Igualdade Racial, Vera Silva, a Subsecretária da Saúde Especial de Assuntos de Atenção à Mulher, Infância e Adolescência, Sandra de Araújo, e o Secretário de Trabalho e Juventude, Jadir Carvalho dos Santos. 

Segundo Cleide Correa, ministrante da palestra, o encontro foi para esclarecer informações sobre os vários tipos de violência, a qual, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), é considerada uma questão de saúde pública. Para a assistente social, a violência contra a mulher traz danos psicológicos e físicos irreversíveis às vítimas. “É importante que as mulheres em situação de violência denunciem o problema no início e que se mantenham firmes até o final. Algumas até denunciam, mas, em alguns casos, retiram a queixa logo depois, por medo ou ameaças”.

Para a efetivação de práticas de apoio à mulher, a Superintendência, em parceria com a o Centro Especializado de Atendimento à Mulher de Belford Roxo (CEAMBEL), realiza um trabalho para atendimento e orientações das mesmas. Além disso, existe o auxílio para a geração de renda dessas mulheres, que chegam a se submeter aos maus tratos por não terem condições financeiras para se estabilizarem, e através do artesanato, estão conseguindo encontrar novas formas de inserção no mercado de trabalho. Atualmente, o espaço CEAMBEL serve de ponto de encontro para a qualificação em curto prazo. São oferecidos cursos gratuitos de técnicas manuais e artesanato, todas as quartas, às 13h30.
Proporcionar um retorno à vida saudável e diminuir o sofrimento das mulheres agredidas é uma das metas da Superintendência. “Oferecer ajuda, orientar e encaminhar as mulheres vítimas de agressão a tratamentos assistenciais, médicos, psicológicos, jurídicos, emocionais e outros mais que forem necessários é a nossa missão. É importante dar um basta nessa violência”, afirma a Superintendente Vera Amaral.



Divulgação



Nenhum comentário:

Postar um comentário