sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Grupo de coreanos visita barracão da Inocentes de Belford Roxo





A escola Inocentes de Belford Roxo recebeu, nesta terça, as visitas do presidente da Associação Brasileira de Coreanos, Back Soo Lee, e do embaixador da associação Mestre Yong Min Kim, em seu barracão na Cidade do Samba, Zona Portuária do Rio.

Essa foi a primeira vez que Lee e Kim estiveram no local. Em reunião com o presidente e carnavalesco da escola, Reginaldo Gomes e Wagner Gonçalves, respectivamente, os dois se mostraram bastante satisfeitos com o desenvolvimento dos trabalhos da agremiação. Para o carnaval de 2013, a Inocentes abordará a história da Coréia do Sul com o enredo "As sete confluência do Rio Han - 50 anos da imigração sul-coreana no Brasil".

O diretor de harmonia, Saulo Tinoco; o gerente de carnaval, Pedro Arídio Gomes; a diretora de Marketing e Comercial, Lúcia Júdice; e o responsável pelos projetos especiais, Otávio Peçanha, também estiveram presentes na reunião.

Fonte. O DIA

TSE nega candidatura ao cargo de vereador de Belford Roxo


O registro de candidatura a vereador em Belford Roxo (RJ) de Carlos Antônio da Silva foi negado pelos ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). No Estado do Rio de Janeiro, o candidato que tenha certidão criminal precisa apresentar esclarecimentos sobre o processo, e Carlos Antônio, que havia dito que os processos acusavam seu homônimo, não conseguiu comprovar sua defesa. O recurso havia sido feito pelo Ministério Público Eleitoral. 

Carlos Antônio alegou que os 29 processos criminais que constam em sua certidão se referiam a um homem com o mesmo nome que ele, já que o sobrenome é comum no País, mas não conseguiu provar. O TRE-RJ já havia negado anteriormente o registro de candidatura, mas ele entrou com recurso no TSE, que manteve a decisão.

"No caso, o candidato apresentou certidões contendo um rosário de ações e depois alegou que essas certidões diriam respeito a outro cidadão, mas não fez prova alguma", afirmou o ministro Marco Aurélio. A divergência aberta pelo ministro foi acompanhada por Dias Toffoli, Nancy Andrighi, Laurita Vaz e pela presidente do TSE, ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha.



ASSISTA O VÍDEO DO TSE:




Nicole perde vaga na Inocentes de Belford Roxo por dizer que não gosta de Carnaval



Nicole Bahls havia sido convidada para sair no próximo Carnaval na Inocentes de Belford Roxo, escola carioca que subiu para o Grupo Especial do Rio.

Mas, a direção da escola achou inaceitável Nicole ter comentado em A Fazenda que não morre de amores pelo Carnaval. E que desfilou meio forçada (para ficar na mídia).

Agora, a ex-peoa será substituída por Lucilene Caetano, que já foi musa do Brasileirão.










Fonte: Fabíola Repert - R7

Atrasos em obras causam congestionamentos frequentes na Via Dutra na altura de Belford Roxo




As obras de construção de 7,9 quilômetros de novas pistas marginais no trecho da Rodovia Presidente Dutra na Baixada Fluminense deveriam acabar no próximo mês de dezembro. Mas viadutos inteiros e grandes trechos por concluir já fazem os motoristas duvidarem de que as intervenções serão concluídas a tempo. A concessionária CCR Nova Dutra garante que vai entregar tudo no prazo. Mas quem circula pela via, um dos principais acessos ao Rio, teme que os gargalos no trânsito demorem a ser solucionados, persistindo engarrafamentos que perduram o dia inteiro, independente de ser horário do rush ou não.
No início desta tarde, por exemplo, são três quilômetros de lentidão, no sentido Rio, na altura de Belford Roxo. E, em direção a São Paulo, mais dois quilômetros parados, entre São João de Meriti e Belford Roxo. Ambos os congestionamentos justamente em trechos onde ocorrem as intervenções.
Próximo à divisa de Mesquita e Nova Iguaçu, no sentido São Paulo, a localização de uma placa indicando detalhes das obras, iniciadas em agosto de 2010, ilustra bem a dificuldade para o cumprimento dos prazos. Ali, a pista marginal ainda é um caminho de pedras e barro. E logo atrás da placa, as estruturas de uma passarela de pedestres ainda ocupam o espaço por onde devem passar as novas faixas.
— Chega a dar desânimo ao ver tanta obra por finalizar e pensar no congestionamento que vou enfrentar até lá. Todos os dias, fico no mínimo 40 minutos parado pela manhã próximo ao trecho em que a antiga pista marginal (no sentido Rio) acaba e o fluxo é desviado para a pista central (expressa), na altura de Nova Iguaçu — reclamou o motorista Leonardo de Oliveira, morador da Baixada Fluminense.
Em direção ao Rio, são previstos 5,6 quilômetros de novas faixas marginais, entre Nova Iguaçu e São João de Meriti, do Km 176 ao 170,4. Já no sentido São Paulo, a previsão é de 2,3 quilômetros de novas pistas, entre Belford Roxo e Nova Iguaçu, do Km 173,7 ao 176, num pacote de R$ 123,7 milhões, com recursos do pedágio. E quando estiverem prontas, as obras prometem reduzir as filas de caminhões, carros e ônibus parados ou em marcha lenta.
Por enquanto, o trecho em que Leonardo costuma perder parte de sua manhã é um dos mais engarrafados porque quatro faixas (duas marginais e duas expressas) viram apenas duas. Dali para frente, as futuras pistas marginais ainda estão sendo aterradas e asfaltadas. Além disso, viadutos precisam ser construídos em diferentes trechos, como próximo ao bairro Jacutinga, em Mesquita. Com o excesso de veículos ou qualquer imprevisto, como um caminhão enguiçado, por exemplo, os congestionamentos são inevitáveis e agravados pelas obras que, em alguns trechos, estão muito próximas à pista.
Na última quinta-feira, por exemplo, uma equipe do Globo demorou uma hora e meia para percorrer 23 quilômetros, no sentido Rio, entre Queimados e o acesso à Linha Vermelha, em São João de Meriti. Velocidade média, portanto, de 15,3 Km/h, a partir das 15h. Segunda-feira, de Nova Iguaçu à divisa de São João de Meriti e Duque de Caxias, em direção ao Rio, foram gastos quinze minutos para percorrer um trajeto de seis quilômetros: velocidade média de 24 km/h, fora da hora de rush, a partir das 11h.
Já no sentido São Paulo, no bairro da Prata, em Belford Roxo, casas continuam no meio do caminho das obras. E as intervenções, que já duram cerca de um ano nesse ponto, atrapalham também o comércio.
— O movimento caiu pelo menos 70% desde o início das obras — afirmou Leandro Lima, frentista de um posto de gasolina às margens da Dutra. — Atrapalha ainda na hora de pegar um ônibus para ir para casa. Os pontos mais próximos estão a pelo menos um quilômetro de distância — reclamou ele.
A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) admite que houve atrasos no cronograma das obras devido a dificuldades operacionais. Mas afirma que a concessionária que administra a rodovia pretende agilizar os serviços restantes e terminá-los até dezembro.
Segundo avaliação realizada em agosto passado, a agência diz que 85% das marginais no sentido Rio foram executadas, assim como 90% em direção a São Paulo. E afirma que os trechos inacabados se referem basicamente a obras de pavimentação que são de execução mais rápida. A ANTT lembra, no entanto, que caso haja atrasos de responsabilidade da concessionária, a empresa pode ser multada.
Caminho alternativo à Dutra tem engarrafamentos e pistas mal conservadas
Seria uma boa alternativa para encurtar o caminho entre a Rodovia Presidente Dutra e a Zona Oeste do Rio e a região de Itaguaí. E, de quebra, para evitar os engarrafamentos da Baixada. Mas optar pela BR-465, a antiga Rio-São Paulo, que liga a Dutra, em Seropédica, à Avenida Brasil, na altura de Campo Grande, se transformou numa verdadeira loteria. Quarenta e três quebra-molas e pistas esburacadas e desniveladas, além de aumentar o risco de acidentes, têm contribuído para a formação de longos congestionamentos.
No pior trecho, no bairro Prados Verdes, em Nova Iguaçu, os engarrafamentos em direção ao Rio duram quase todo o dia. E como a estrada é muito utilizada por caminhoneiros, as carretas e caminhões predominam.
— Até no fim de semana engarrafa. O movimento é muito grande, mas há muitos buracos e quebra-molas. Perigo para os motoristas e para os pedestres. Atravessar a pista, de mão dupla, é um risco imenso. Costumam acontecer acidentes e atropelamentos aqui — conta o morador Robson Luiz da Silva.
O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) reconhece que houve um aumento do tráfego na rodovia, que atualmente tem volume médio diário de 18 mil veículos, com grande movimento de caminhões e carretas. Ainda segundo o DNIT, com o atual estado de deterioração do pavimento, o surgimento de defeitos na pista é mais constante.
O departamento afirma, no entanto, que faz serviços de tapa-buracos na via. E que já há um projeto para melhorias na BR-465, que está em análise na Superintendência Regional do DNIT no Rio. O departamento informou ainda que os quebra-molas da via também serão removidos a medida em que forem implantados redutores de velocidade eletrônicos, serviço que está em andamento.
O Rio ainda convive com muitos gargalos em seus acessos. Este ano, a ANTT chegou a elaborar um relatório com as principais obras de infraestrutura que poderiam melhorar a circulação em seis rodovias federais do estado, administradas por concessionárias, com investimentos de aproximadamente R$ 2,5 bilhões. Mas alguns dos casos dependiam de aprovação justamente da ANTT.
É o caso de uma alça que deve ligar a Ponte Rio-Niterói à Linha Vermelha. Assim, o fluxo da Ponte para a Linha Vermelha não passaria mais pela Avenida Brasil, reduzindo os congestionamentos na altura do Caju. De acordo com a concessionária CCR Ponte, o projeto executivo já foi entregue à ANTT e as obras poderiam ser concluídas em até 20 meses. A concessionária informou que espera apenas uma autorização da agência para começar. Outro projeto, de um mergulhão na Praça Renascença, em Niterói, que melhoraria os acessos da Ponte à cidade, também aguarda resposta da ANTT.


Fonte: O GLOBO

Rio terá mais um dígito nos celulares em 2013


O presidente da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), João Rezende, afirmou nesta quarta-feira (26) que os telefones celulares no Rio de Janeiro terão o nono dígito a partir de 2013.

A iniciativa segue o sistema de São Paulo , que foi a primeira região do país a incluir o 9 à frente dos números telefônicos, como aconteceu no final de julho.

Com a novidade, os celulares com o DDD 21 terão o dígito 9 colocado na frente do número atual. A mudança será obrigatória, gratuita e a cargo das operadoras. A medida pretende dobrar a oferta de números de celulares e vai alterar os números de, pelo menos, 3,5 milhões de usuários da telefonia móvel.

João Rezende garantiu que no meio do ano que vem , a iniciativa vai chegar a 39 municípios do Vale do Paraíba paulista, com o DDD 12.

Em São Paulo, desde julho deste ano, a iniciativa elevou as combinações numéricas de 44 milhões para 90 milhões de números. Depois do Rio, devem ganhar mais um número as regiões 31 (Minas Gerais), 51 (Rio Grande do Sul) e 81 (Pernambuco), nesta ordem.

DJ Chorão ex-morador de Belford Roxo some nas mãos do tráfico



Profissional desrespeitou ordem de não tocar em área de milícia e teria sido morto na Maré.

Julgado por traficantes, torturado e esquartejado vivo. Assim foram os últimos minutos de Raphael Rodrigues da Paixão, o DJ Chorão, 26 anos, segundo amigos e vizinhos dele no Parque União, Complexo da Maré.

O jovem está desaparecido desde sábado, quando foi visto pela última vez na saída de um baile na favela onde morava. Relatos apontam que ele foi abordado quando chegava em casa, na Rua da Paz, às 5h30. Tentou fugir, mas foi ferido por tiros na perna. Arrastado até a Rua Brasília, teria sido submetido ao "tribunal" e morto, sob tortura.

De acordo com o delegado André Pieroni, titular da 54ª DP (Belford Roxo), a mãe de Raphael procurou a unidade policial no último domingo, dia 23, para registrar o desaparecimento do filho. O clima é de medo entre amigos e parentes.

Há dois meses, Chorão começou a organizar e tocar em baile na comunidade Chaparral, próxima ao Parque União. E tinha sido advertido por traficantes da Maré a não se apresentar no local, dominado por milícia que expulsou o Comando Vermelho. Não obedeceu. Esse teria sido um dos motivos da execução.



O outro foi a desconfiança, por parte dos traficantes, de que ele estivesse por trás de informações usadas pela polícia em uma operação feita na favela uma semana antes. No último baile, Chorão foi informado de que traficantes estavam à sua procura. O DJ disse a amigos que "depois conversaria com os caras" e permaneceu na festa.

A namorada escreveu na Internet: “Luto para ele era verbo, para nós é saudade”. Acuada, a estudante já saiu da favela. Na página no Facebook da empresa Sem Limite Produções, onde Chorão trabalhava, mensagem foi deixada: “Perdemos um amigo. Fica com Deus, DJ Chorão”.





Querido por moradores
O DJ Chorão foi o criador e era o organizador do baile do Parque União há três anos. O jovem, que começou nas carrapetas aos 13 anos, era querido por moradores e frequentadores da comunidade, porque seus bailes tinham hora para acabar, não terminavam já de manhã, como muitas festas que aconteciam na favela.

Devido à sua popularização no meio do funk, começou a trabalhar com muitos MCs, em especial o MC Max, seu parceiro principal, e o MC Doisdê. Participou da programação e festas de várias rádios do Rio e de programas de televisão.

Na sua página no Facebook, Chorão tem mais de 250 fotos de apresentação em bailes. Nos seus comentários no site, não aparece nenhuma citação sobre facção criminosa.
Julgamento na frente de moradores.
Antes de sumir, o DJ Chorão teria sido submetido a um ‘julgamento’ na frente de vários moradores do Parque União. A sentença final foi dada pelo chefe do tráfico da favela, Jorge Luiz Moura, o Alvarenga.

Segundo moradores que saíam para trabalhar, o jovem foi espancado e seu corpo teria sido retalhado, colocado num saco e jogado no final da Rua Ari Leitão, na Maré. Segundo testemunha, alguns moradores ainda tentaram convencer criminosos para que eles devolvessem o corpo, mas os bandidos alegaram que Chorão traiu o grupo e essa era sua sentença.

Ex-mulher e filha somem
O vice-presidente da Associação de Profissionais e Amigos do Funk (Apafunk), o cantor Mano Teko, disse que foi informado da morte do DJ Chorão, mas não sabia detalhes. Desde o sumiço do jovem, a ex-mulher e a filha do DJ não foram mais vistas na comunidade, segundo contaram amigos e vizinhos. Elas deixaram o local, e ninguém sabe o paradeiro.

Para Igor Monteiro, o Xerife, do site Balada Mixx, o DJ Chorão era um dos profissionais mais conceituados do ramo. Ele contou que esteve com o artista há duas semanas num baile e que o jovem estava tranquilo.

“Ele era muito comunicativo, era um ótimo DJ. Era considerado um dos melhores no meio do funk. Para o Chorão, sua a família e Deus estavam acima de tudo”.

Fonte: O dia

Menor que arrancou e comeu os olhos da mãe está em um abrigo em Belford Roxo


Cristiane dos Santos Simplício, que teve seus olhos arrancados e comidos pelo próprio filho, um jovem de 16 anos, continua internada no Hospital estadual Getúlio Vargas, na Penha, na Zona Norte do Rio de Janeiro. De acordo com a Secretaria estadual de Saúde, a paciente está sendo medicada e recebendo acompanhamento clínico. Segundo informações do hospital, Cristiane permanece estável.

Segundo o delegado Delmir da Silva, da 56ª DP (Comendador Soares), onde o caso foi registrado, o caso aconteceu em Cabuçu, no município de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, na madrugada de sábado (22). Durante as agressões, o jovem ainda arrancou pedaços dos seios da mãe. Ele foi encaminhado à um abrigo para menores infratores em Belford Roxo. Não há informações se ele tem envolvimento com drogas.

Ainda segundo o delegado, mãe e filho são do Morro do Borel, na Zona Norte da cidade.


entenda o caso:

Quando o menor fugiu de casa, e a mãe começou correr atrás do jovem. Na fuga, ele pulou vários muros, mas foi alcançado em uma casa abandonada. Vizinhos acionaram a PM, que foi até o local verificar a denúncia de “filho agredindo a mãe”.

“Cena deplorável. Quando os PMs foram atrás da denúncia de filho batendo na mãe e entraram no quarto, viram filho e mãe pelados, sendo que ele estava mastigando o dedo dela. Além disso, um olho estava pendurado, o outro, furado, e a perna, dilacerada”, explicou o delegado-assistente da 58ª DP (Posse), Luiz Jorge Rodrigues, em entrevista ao programa 'Cidade Alerta', da TV Record.


VEJA O VÍDEO


quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Polícia prende acusado de assassinar idosa em Belford Roxo

Policiais da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) prenderam Webert Oggioni Moreira, conhecido como Nem, acusado de assassinar uma idosa de 76 anos. O crime ocorreu no dia 14 de maio deste ano, quando ele deu diversos golpes de faca em Maria da Trindade Gonçalves Lisboa, após assaltar a residência da vítima.Contra ele havia um mandado de prisão expedido pela 1ª Vara Criminal de Belford Roxo. 

Fonte: Jornal do Brasil

Medicamentos para doença do pulmão serão dados pelo SUS


Uma boa notícia para quem sofre com a Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC). Essas pessoas passarão a ter acesso a medicamentos para tratar os sintomas dessa patologia. O Ministério da Saúde vai incorporar ao Sistema Único de Saúde (SUS) os medicamentos budesonida, beclometasona (corticóides inalatórios), fenoterol, sabutamol, formoterol e salmeterol (broncodilatadores). Atualmente, as incorporações já estão disponíveis no SUS para outras finalidades, como tratamento da asma. Agora, eles poderão ser indicados também para a DPOC, que acomete os pulmões e atinge, principalmente, ex-fumantes.
O que é (DPOC)?
A doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) é uma doença crônica dos pulmões que diminui a capacidade para respirar. Ela pode se desenvolver após vários anos de tabagismo ou exposição à poeira, levando à danos em todas as vias respiratórias, incluindo os pulmões e, em alguns casos, as lesões podem ser permanentes.

Carro cai em buraco gigante em rua de Belford Roxo



A cratera, segundo moradores, já completou dois anos de idade. O veículo ficou preso em uma rua do Jardim Francisco, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense.






ASSISTA O VÍDEO:

Disque 100 agora também vai receber denúncias de tortura


A partir de janeiro do próximo ano, o Disque 100 também vai registrar casos e orientar vítimas de tortura. O serviço da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República foi criado para receber denúncias de crimes e violações dos direitos humanos. De acordo com dados, entre fevereiro de 2011 e fevereiro de 2012, 1.007 queixas de tortura foram anotadas pelo sistema que tem módulos específicos para registro de violações de direitos de crianças e adolescentes, idosos, pessoas com deficiência, grupos LGBT e pessoas que vivem nas ruas. A maioria dos casos de tortura (65%) é de pessoas presas em cadeia pública, delegacia de polícia e presídio (mais de 48%).

Guarda municipal é preso por furto

Policiais da 44ª DP (Inhaúma) prenderam, na tarde desta terça-feira, o guarda municipal da prefeitura de Belford Roxo, Marcelo de Oliveira dos Santos. Contra ele existe um mandado de prisão pelo crime furto expedido pela 43ª Vara Criminal.

Segundo os agentes, Marcelo foi capturado no momento em que foi a unidade para prestar depoimentos sobre o caso de ameaça contra sua irmã, através da Lei Maria da Penha. Após consulta ao banco de dados da polícia foi constatado o mandado de prisão pendente contra ele. 


Fonte: JORNAL O DIA

Assessoria da Inocentes de Belford Roxo nega Karine Camargo como rainha

A escola de carnaval Inocentes de Belford Roxo negou nesta terça-feira (25), que a atriz do humorístico Zorra Total, Karine Camargo, irá ocupar o posto de rainha de bateria do carnaval 2013.

Segundo a assessora Val Souza, o convite à Karine não chegou sequer a ser feito. O posto em questão ainda está sendo negociado e Souza adiantou que há grande possibilidade de que a apresentadora Lucilene Caetano, do canal Esporte Interativo, o ocupe.

"A escola está negociando com Lucilene, teremos uma reunião amanhã e até o final da semana teremos uma decisão. Caso entremos em acordo, Lucilene será anunciada rainha de bateria no domingo (30)", informou Val, deixando claro que a escolha não está totalmente fechada.

Belford Roxo terá loja Via Verde



Fundada há 14 anos, a Via Verde possui hoje 18 lojas franqueadas e duas próprias em seis estados (RJ, SP, MG, SC, BA e AL). O conceito da marca envolve qualidade de vida e bem-estar, proporcionando aos consumidores uma vida saudável, natural e em equilíbrio.

Dando continuidade ao seu plano de expansão, a rede inaugura nos próximos dois meses cinco novas unidades franqueadas: Rio de Janeiro (Jacarepaguá), Belford Roxo/RJ, Niterói/RJ, Belo Horizonte/MG e Campinas/SP. Com a abertura dessas unidades, subirá para 25 o total de operações franqueadas da rede. A previsão é fechar 2012 com 35 lojas franqueadas e um faturamento próximo a R$ 20 milhões.

“Hoje, as pessoas vêem a Via Verde Produtos Naturais como uma loja que tem como objetivo trazer os benefícios da natureza para o dia a dia das pessoas, estimulando e reeducando os consumidores a uma alimentação mais orgânica, focada no bem-estar. Consumir esses produtos virou um estilo de vida, de coisas positivas, saudáveis e boas para o planeta”, destaca Paulo Roberto Sattler Junior, sócio fundador da Via Verde.

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Presos em Belford Roxo.


Os  irmãos Vamberto  e Victor Hugo Martins da Silva, de 32 e 22 anos, respectivamente, foram presos  no último domingo  por  policiais  do 39º Batalhão de Policia ( Belford Roxo), durante  tentativa de roubo de um carro na região central do município.
 De  acordo  com  informações dos  PMs, a equipe  passava  pela  avenida  Joaquim da Costa Lima  quando  observou  que  Victor  tentava  retirar à força  um homem do  interior do  Gol  cinza. Ao perceber   a aproximação  do militares, o suspeito tentou  fugir, mas  foi  detido. Os PMs encontraram Vamberto dentro  do  veículo. O dono do carro  contou  aos  militares  que  foi   atacado pela dupla, que  fingia  esta  armada.  Os suspeitos  vão  responder  por   tentativa roubo.
Fonte: Hora H      

Polícia Federal já se movimenta contra "Compra de Votos".


A Polícia Federal vai contribuir para a intensificação do combate ao esquema de compra de votos na Baixada Fluminense, apelidado de “boca de urna”. A PF já recebeu várias denúncias de que candidatos a vereador - em dobradinha com candidatos a prefeito mal colocados nas pesquisas de intenção de votos - já estariam com o esquema montado, inclusive com seus colaboradores, as chamadas “lideranças”, recolhendo cópias de títulos de eleitor, formando uma espécie de cadastro de “fornecedores” de voto, um “negócio” que mancha a democracia, movimenta altas somas em dinheiro vivo e transforma em criminoso o cidadão que deveria votar conscientemente, escolhendo seu candidato pelo compromisso com a comunidade e não em troca de alguns reais.
Os municípios com maior volume de denúncias são Magé, Belford Roxo, São João de Meriti, Duque de Caxias, Queimados, Seropédica e Itaguaí, onde o preço do voto costuma variar entre R$ 30 e R$ 50. No caso de Magé as localidades mais visadas são Mauá, Surui, Piabetá, Fragoso e Raiz da Serra, nas quais as “lideranças” de candidatos deverão ser monitoradas, para que o crime possa ser coibido. A distribuição de dinheiro em troca de votos, além de ser uma atividade criminosa, afeta diretamente o eleitor, pois esse, ao votar em determinado candidato em troca de dinheiro, perde o direito de fiscalizar o trabalho do seu eleito, pois nada poderá cobrar do seu candidato, uma vez que o mau político já lhe pagou pelo voto e não lhe deve mais nada, nem satisfação.

A orientação do presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Luiz Zveiter, é prender tanto quem compra como quem vende o voto. De acordo com as denúncias recebidas até agora, tem candidato preparado para gastar até R$ 90 mil no dia da eleição. Essa prática criminosa, muito comum no estado do Rio de Janeiro, não é verificada apenas na regiião da Baixada Fluminense. Acontece em bairros da Zona Oeste do Rio e em cidades do interior. Em Macaé, por exemplo, segundo estimativas feitas para eleições anteriores, a compra e venda de votos já chegou a movimentar R$ 5 milhões em dias de pleito eleitoral.

Fonte: Elizeu Pires.

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Projeto Iguaçu PAC2: Governo Federal e Estadual investirão 362MILHÕES em obras de Prevenção de Enchentes na Baixada.


 
Secretário Estadual do Ambiente Carlos Minc e a Presidenta do INEA Marilene Ramos, participam da Audiência Pública de apresentação da 2º Fase do Projeto Iguaçu ou PAC2, que aconteceu na última quarta feira dia 19/9 no Teatro do SESI em Duque de Caxias e mobilizou autoridades, lideranças e a sociedade civil e entre eles o Ministério Público, onde foram apresentadas de forma sucinta e sistemática o Escopo de Intervenções previstas nesta importante etapa de continuação do Projeto, que prevê principalmente o combate as enchentes na Baixada Fluminense.


Desta vez as obras avançarão nos Bairros São Bento, Pilar e Olavo Bilac em Duque de Caxias, Jardim Metrópolis em São João de Meriti, Jardim Gláucia, Jardim Redentor, Santa Tereza e Bom Pastor em Belford Roxo entre outras intervenções em bairros pontuais, outras intervenções previstas também foram apontadas pela Presidenta do INEA, como o início das obras de Construção do Cross Parque da Baixada (Circuito de Competição Olímpico de MotoCross, BiciCross e Mountain Bike) no Parque Amorim e o Parque Inundável do Pilar, e ambos já tem verba liberada e depositada na Caixa Economica Federal e apenas aguarda a finalização do Projeto para início das obras são 46MILHÕES destinados.
 
Presidente do Inea- Marilene Ramos
Outra intervenções como o Parque Inundável Alberto de Oliveira no bairro Olavo Bilac com Jardim Metropolis também está entre os bairros contemplados entre outra obras pontuais.
Um destaque para a participação da Comissão Executiva que foi representada na mesa pela diretora do MUB/Caxias Solange Bergami, que falou sobre o trabalho de Controle Social desenvolvido pelas lideranças dos Comitês Locais em seus bairros desde 2009, ou antes, onde estiveram presentes nas discussões por entender a seriedade do projeto. apesar de todos os entraves encontrados no percurso. O Secretário Carlos Minc também apontou vários 
 outros projetos que serão executados em breve pelo Governo do Estado e que juntos trarão mais qualidade de vida para a população local, podemos citar entre estes o ENTULHO LIMPO, LIMPA RIOS, PSAM, afora a criação de 55 ecopontos de tratamento de resíduos sólidos e reciclagem que gerarão empregos na região, participaram da Audiência lideranças de Belford Roxo e entre elas o Vereador Jacoginho do PT, Padre Bruno representando a Arquidiocese de Nova Iguaçu, Marcelo Moraes ex-vereador e candidato do PT nas eleições deste ano entre muitos outros.
 









fonte: Belford Roxo olaine

Declaração bombástica de candidata a Vereadora em Belford Roxo

Declaração bombástica de candidata a Vereadora em Belford Roxo, fala sobre a realidade do povo belforroxense.

Este vídeo é um desabafo. Toda nossa cidade (Belford-Roxo) tem problemas graves de infraestrutura. Em um pequeninissímo esforço mental, podemos visualizar o centro da cidade quando chove ! Fica intransitável e todos nós sabemos disso. Você pode se perguntar e questionar, mas isso sempre foi assim e não vai mudar; não há quem o faça. Pensemos em conjunto, todo nosso povo foi aculturado na subserviência, não há mecanismos de cobrança e muitas das vezes não se sabe os caminhos para efetivar a reclamação ! O povo fica refém de quem tem um pouco mais de conhecimento, que manipula a informação do jeito que bem lhe atende. Um exemplo disso são os instrumentos utilizados para o orçamento público. Se você leitor hoje recebesse um dinheiro e seu propósito fosse reformar a casa inteira, porém o dinheiro só dá para a reforma da metade da casa, você definiria a prioridades e começaria por elas ! Esse é o pensamento. No município não é diferente, as prioridades devem estar definidas em um instrumento chamado PPA (Plano Plurianual) onde constará exatamente onde o dinheiro estará sendo investido. Como podemos ter acesso e controlar esses gastos ? Essa é uma das tarefas do Vereador e mais, ele tem obrigação de informar a população acerca desses gastos, afinal o dinheiro é nosso, dos nossos impostos diretos e indiretos (quando compramos pão, roupas, pagamos energia elétrica) estamos pagando impostos indiretos. Portanto amigo leitor, o público é nosso. A política pública deve ser tratada com seriedade e ainda que você amigo leitor ou leitora discorde, precisamos pensar em que legado deixaremos para nossos filhos e filhas ? O legado da desesperança, ou o da luta pela busca da informação, pela busca da melhor escolha ? Porque a omissão não traz resultados, ela reafirma o comportamento que é o ideal para os políticos inescrupulosos que se multiplicam e perpetuam-se na compra de votos e na falta de respeito conosco, "povo marcado, povo feliz". Quero muito ser acordada com as asas da liberdade sobre nossas vidas, quero ter a chance de olhar para os meus filhos no fundo dos seus olhos e dizer : Confiem, vai mudar, vai melhorar, porque vocês são meus filhos cidadãos melhores, são Belforroxenses e se orgulham em dizer isso. Saibam a chave está em nossas mãos, que os joelhos se fortaleçam e que as mãos frouxas se afirmem, votemos com consciência pelo pai, pela mãe, pela avó, pela criança, por famílias que estão sedentas como eu pela mudança.


Fonte: Assessoria Alessandra Balbino

Justiça recolhe 29 toneladas de lixo eleitoral em uma semana





A campanha eleitoral está sendo suja no Rio de Janeiro. Literalmente. Desde a semana passada, quando uma ordem do TRE-RJ determinou que os cartazes, galhardetes e cavaletes deixados na rua após as 22h (período limite de acordo com a lei) fossem recolhidos, já são 29.165 kg de material. Conheça os candidatos a vereador e prefeito de todo o País Acompanhe as pesquisas eleitorais Veja o cenário eleitoral nas capitais Confira quanto ganham os prefeitos e vereadores nas capitais brasileiras As quase 30 toneladas de peças de campanha irregular foram jogadas no lixo porque seus candidatos não cumpriram a lei. "As pessoas querem uma eleição limpa nas urnas, mas querem suas cidades limpas também", disse o corregedor da Justiça Eleitoral Antonio Augusto Gaspar. De acordo como juiz responsável pela propaganda eleitoral na capital fluminebse, Luiz Fernando Pinto, foram recolhidas cerca de 30 mil placas na última semana. Segundo o TRE-RJ, a ação está sendo feita junto às companhias de lixo de todo o Estado. Além de recolher, as empresas ainda notificam a Justiça sobre o nome dos candidatos, para que esses possam ser notificados e multados posteriormente. Em relação à quantidade de material recolhido, de acordo com o presidente do TRE-RJ, Luiz Zveiter, não há como se comparar com outros anos, já que nunca houve ação igual no Estado. O Disque-Denuncia Eleitoral, por sua vez, recebeu entre maio - quando foi criado - e setembro quase 16 mil reclamações contra candidatos ou partidos. As principais queixas são sobre placas ou galhardetes colocados em locais indevidos, carros de som ou faixas. A capital lidera o número de denúncias (5895), seguida de Niterói (695), Duque de Caxias (681), Belford Roxo (655) e São Gonçalo (616).

Emprego: Vagas abertas


Os Centros Públicos de Emprego, Trabalho e Renda (CPETR’s) da Secretaria de Estado de Trabalho e Renda (Setrab) estão com 2.240 vagas para esta semana. Para a Baixada Fluminense (Belford Roxo, Duque de Caxias, Magé, Nilópolis, Nova Iguaçu e Queimados) estão sendo ofertadas 105 chances de emprego.
Para muitas destas oportunidades o trabalhador somente precisa apresentar o Ensino Fundamental, mas, em outras, podem fazer cursos de pequena duração e já entrar no mercado com melhor salário. Mais informações 2665-8023. 

Carro roubado em Belford Roxo é encontrado com placa clonada e homem é preso




Um homem foi preso pela Polícia Militar no final da tarde desta sexta-feira (21) com um veículo roubado que estava com a placa clonada na Avenida Maysa, próximo a Rua 128, no bairro de Cordeirinho, em Maricá.
 De acordo com a Polícia Civil no último dia 5 de setembro, o veículo Fiat Mille da empresa Telemont foi roubado na área da 54ª DP (Belford Roxo). Só que o ladrão não sabia da existência de um rastreador via satélite no interior do veículo. O veículo começou então a ser rastreado. Desde o dia do roubo, os agentes da firma tentavam capturar o veículo, mas somente nesta sexta-feira com a ajuda da Polícia Militar ele foi recuperado.
 Para surpresa dos homens da empresa e da Polícia Militar o carro encontrado estava com a placa clonada com a mesma identificação de um outro veículo da empresa. Os policiais realizaram a abordagem ao veículo e constataram que o chassi no documento do homem abordado não era o mesmo que constava no documento do veículo. O homem foi conduzido para a delegacia de Maricá (82ªDP).
 Na delegacia, Wallas de Souza Tavares, 21 anos contou que não realizou o roubo do veículo e que havia adquirido o carro por apenas R$ 3.500,00 (Três mil e quinhentos reais). “ O documento estava batendo certo com a placa. Quem me vendeu falou que o veículo era B.A (Busca e apreensão) por isso estava barato”. Disse Wallas na delegacia.
 Homens da Telemont encaminharam também o veículo da empresa com a placa original para a delegacia para uma conferência dos dados. Acredita-se que um esquema de falsificação de placas pode estar ocorrendo dentro da empresa.
 O delegado adjunto da delegacia de Maricá, Georges Toth Júnior enquadrou o homem em dois artigos. Artigo 311 do Código Penal. (Adulteração de Sinal Identificador de Veículo Automotor) Adulterar ou remarcar número de chassi ou qualquer sinal identificador de veículo automotor, de seu componente ou equipamento: (Alterado pela L-009.426-1996) Pena - reclusão, de 3 (três) a 6 (seis) anos, e multa e no artigo 180 (Receptação) Adquirir, receber, transportar, conduzir ou ocultar, em proveito próprio ou alheio, coisa que sabe ser produto de crime, ou influi para que terceiro, de boa-fé, a adquira, receba ou oculte: (Alterado pela L-009.426-1996). Pena - reclusão, de 1 (um) a 4 (quatro) anos, e multa.


Fonte: DPO|BARRA DE MARICÁ: Sgt Paulo e Sgt Edmar