sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Trabalhador pega comida do lixo e vai parar na cadeia





A realidade pode ser mais dura do que a ficção. No Centro de Pesquisa da Petrobrás (Cenpes), três trabalhadores de uma empresa que presta serviços à estatal foram retirados em camburão do trabalho e processados criminalmente. Um deles, Cláudio Charles Gonçalves, de 33 anos, está desde terça (28) preso na 54º DP, em Belford Roxo. Hoje (29) seria transferido para o presídio de Bangu. O crime cometido?Tentou levar para casa um frango jogado no lixo. Eles trabalham para a firma Ultraserve, contratada pela Petrobrás e responsável por servir as refeições no restaurante do Cenpes. 

A retirada dos três rapazes do seu local de trabalho em camburão, diante de todos os colegas, aconteceu no dia 19 de julho. Diogo Cardoso, 27, também processado, é um jovem magro, de olhar assustado. Ele relatou que uma de suas funções na Ultraserve é recolher os sacos de lixo para descarte. Disse que as normas da Anvisa são muito rigorosas e os frangos, depois de descongelados, quando não aproveitados na refeição, são sempre descartados, “pois não poderiam ser congelados novamente”.

Assim, teria achado um desperdício aquele descarte. Com o produto já no lixo – dois ou três frangos – achou que não haveria problema em dividir aqueles restos de comida com um amigo. Foi o que fez, dividindo o descarte com Cláudio Charles, que no momento está preso. Segundo a sua esposa, ele está muito abalado emocionalmente, “por causa da vergonha a que está sendo submetido”.

O amigo Diogo – ambos são vizinhos na localidade de Nova Aurora, em Belford Roxo – só não foi para a cadeia esta semana, porque não estava em casa quando a polícia chegou, a mando da Ultraserve, com ordem de prisão preventiva. O que não impediu sua esposa de passar por momentos de tensão, quando a polícia adentrou pela sua casa. Aos 27 anos de idade, Diogo já tem três filhos, um deles com necessidades especiais.


O terceiro trabalhador processado criminalmente pela Ultraserve é Marcos Paulo, de 24 anos, residente numa comunidade em Caxias. Ele trabalhava em outro restaurante do Cenpes, quando foi detido. Seu crime foi tentar levar para casa, achando que dava para aproveitar, “algumas barrinhas de chocolate quebradas e amassadas e um pouco de iogurte fora da validade”.

Se hoje Marcos Paulo não está detido em Bangu, preso preventivamente como se fosse um perigoso fora da lei, é porque não estava em casa, no momento em que a polícia chegou à casa de seus pais com a ordem de prisão.

O Sindicato dos Petroleiros do Rio de Janeiro (Sindipetro-RJ) denunciou há cerca de um mês, em editorial publicado no jornal Surgente, o absurdo daqueles processos criminais. Na ocasião, o sindicato já exigia providências da Petrobrás contra o que considerou um abuso de autoridade e desrespeito aos trabalhadores.

Mas, na terça (28), recebe uma notícia ainda mais inusitada: é decretada a “prisão preventiva” dos trabalhadores, a pedido da Ultraserve. Em apoio às vítimas dessa arbitrariedade, o sindicato indicou um advogado para acompanhar o caso. O mais ilógico é que as leis em vigor jamais condenariam à prisão três trabalhadores de ficha limpa, por tentar levar para casa ninharias destinadas ao lixo. A prisão preventiva deveria estar reservada a bandidos perigosos que ameaçam a sociedade.

Na manhã desta quarta (29), os trabalhadores da Ultraserve fizeram uma paralisação no Cenpes, em solidariedade aos colegas injustados. Representantes do Sindipetro-RJ se reuniram com a gerência de Recursos Humanos (RH) do Cenpes e aguardam providências. O advogado que vai defender os trabalhadores dará entrevista à TV Petroleira, ao vivo, na próxima segunda-feira, 3 de setembro, às 19 horas).

CCR Nova Dutra recruta deficientes

O recrutamento de pessoas com deficiência para atuar em sua unidade de trabalho localizado na via Dutra, no bairro da Pavuna, Zona Norte do Rio faz parte de mais uma etapa do Programa de Responsabilidade Social iniciado pela concessionária CCR Nova Dutra. A iniciativa faz parte do Programa de Inclusão de Pessoas com Deficiência do Grupo CCR.
O candidato interessado deve enviar currículo para o endereço: andreia.almeida@grupoccr.com.br, aos cuidados de Andréia de Almeida Martins da área de Gestão de Pessoas.
 A CCR Nova Dutra vai priorizar candidatos que morem em cidades da Baixada Fluminense (Belford Roxo, São João de Meriti, Nova Iguaçu, Mesquita e Queimados) e zona norte do Rio de Janeiro, dentro do princípio de valorizar a mão-de-obra local.

Fonte: Jornal Hora H

Coreógrafo da Inocentes de Belford Roxo está na final da 'Dança dos Famosos'


Foto: Divulgação

O coreógrafo da Inocentes de Belford Roxo, estreante do Grupo Especial no próximo Carnaval, Patrick Carvalho, é um dos finalistas do quadro "Dança dos Famosos" do programa de Fausto Silva.
O dançarino, que faz dupla com a atriz Claudia Ohana, disputará o título de campeão com o casal formado pelo ator, Rodrigo Simas e a bailarina, Raquel Guarini.
"Eu ainda estou aéreo. Éramos 24 pessoas e agora são apenas dois casais. Estamos na final, mas só vou acreditar na hora em que eu entrar no palco domingo. Eu estou muito tenso", confessou.
Mesmo com tanta adrenalina, o coreógrafo afirmou que pisar na Marquês de Sapucaí é ainda mais tenso.
"A minha tensão é maior quando estou desfilando com a minha escola na Avenida. Porque na Sapucaí, eu perco a cabeça", brincou.
"A Claudinha é ótima, nos damos muito bem e ela virou uma amiga", completou, elogiando sua parceira de dança.
A final acontecerá em duas etapas. Já neste domingo, 2 de setembro, o desafio será dançar o "paso doblé". E no próximo domingo, 9 de setembro, será a vez do samba e do tango.
"Eu estou montando a melhor coreografia de todas. O outro casal formado pelo Rodrigo Simas e a Raquel Guarini é ótimo. Está difícil a competição. Mas vou com tudo", finalizou.
Fonte: SRZD

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Belford Roxo promove V Jornada Pedagógica


Com o tema “Educa Bel+20: educação para sustentabilidade”, a Prefeitura de Belford Roxo, através da Secretaria Municipal de Educação, deu início a V Jornada Pedagógica. A abertura oficial reuniu profissionais das 72 escolas e creches da rede municipal de ensino e lotou o auditório da Uniabeu.O secretário de Educação, Hélio Porto, agradeceu a presença de todos os profissionais da rede. “Estamos buscando soluções para seguir em frente nos adequando e enfrentando os desafios do cotidiano da sala de aula. A prefeitura está investindo na qualificação e na garantia de condições dignas de trabalho aos docentes,” disse o secretário.
Para somar ainda mais conhecimento na qualificação dos profissionais de educação do município, o primeiro dia da jornada contou com uma importante palestra da Ângela Antunes, diretora de gestão do conhecimento do Instituto Paulo Freire, em São Paulo (SP), doutora e mestre em educação pela USP, pesquisadora sobre gestão democrática da escola pública e sobre pedagogia da sustentabilidade, além da professora e assessora educacional, licenciada em Letras e Pedagogia.
Ângela fez referência aos ensinamentos do grande mestre da Educação, que muito contribui para educação brasileira, Paulo Freire: “A estratégia pedagógica de uma educação pública libertadora inclui a leitura do mundo, na qual ler o mundo é condição necessária para a sua transformação. Concluímos com a apresentação de alguns princípios e desafios de uma pedagogia da sustentabilidade que forme para o sonho da cidadania”, disse a palestrante.
A jornada agradou aos profissionais da rede. A professora Genair de Azevedo (46 anos), da Creche Municipal Amor à Vida, no Bairro Vermelho, trabalha há 19 anos no município e acha muito importante a qualificação profissional. “É importante para aprimorar conhecimento É muito válido discutir temas atuais. Vou retornar as aulas reciclada,” comemora.
Estiveram presentes na mesa d abertura do evento: O secretário de educação, Hélio Porto; a diretora do polo Cederj (Centro deCiências e Educação Superior do Estado do Rio de Janeiro) de Belford Roxo, Cristina Penna; Haroldo Ferreira que representou o corpo docente da Semed, e a diretora de Gestão do Conhecimento do Instituto Paulo Freire, Ângela Antunes.


Fonte: Sec. de Ciência e Tecnologia

A Paróquia N.Sra.Conceição apresentará os candidatos a prefeito de Belford Roxo



A Diocese de Nova Iguaçu juntamente com as regionais 5 e 6 convidam suas paróquias e comunidades para apresentação dos candidatos a Prefeito da cidade de Belford Roxo em 2012, a partir das 19:00 hs.

Local: Paróquia N.Sra da Conceição de Belford Roxo.
Rua Pe. José Bester, 360 – Centro – Belford Roxo – RJ.
Dia: 28/08 Waguinho
Dia: 29/08 Dennis Dauttmam
Dia: 30/08 Dr. Alcides Rolim

Assista o 2º Programa Eleitoral de Belford Roxo (Prefeito)


Assista o 2º Programa Eleitoral de Belford Roxo (Prefeito)

Colocaremos aqui os programas dos candidatos à prefeito.
Assim você poderá conhecer os candidatos, ver seu programa de governo e avaliar a sua escolha.
(Os candidatos Dennis Dauttmam e Beto Almada ainda não divulgaram o 2º programa no youtube).
Após divulgarem colocaremos aqui.


2º PROGRAMA
WAGUINHO - 28


2º PROGRAMA
ALCIDES - 13


ENTREVISTA
COM RAFAEL ANDRADE

Formatura da Guarda Civil de Belford Roxo


A Secretaria de Segurança Pública de Belford Roxo forma hoje mais uma turma da Guarda Civil Municipal. A solenidade está marcada para às 9 horas, na sede do órgão, na Av. Joaquim da Costa Lima

Fonte: Jornal HoraH

Teatro “Os brinquedos de Bebel”


Cerca de 500 alunos da rede municipal de Belford Roxo assistiram à peça teatral “Os brinquedos de Bebel”, na terça-feira (28), no auditório do Uniabeu (foto). O espetáculo faz parte do programa Estrada para a Cidadania, promovido pela CCR Nova Dutra, e contou com o apoio da Secretaria Municipal de Educação. O programa é realizado nos municípios que abrangem a rodovia, levando informações de trânsito, cidadania e meio ambiente. De acordo com Rosângela da Silva Pereira, Coordenadora de Ensino da Semed, apresentações teatrais como essa tem por objetivo reforçar o conjunto de ferramentas pedagógicas utilizadas pelos educadores na sala de aula e acrescenta na formação escolar. 
Fonte: Jornal Hoje

Belford Roxo é a 7ª cidade do país com a disputa mais acirrada para a câmara de vereadores


Levantamento da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) mostra que, entre as dez cidades com disputa mais acirrada para as câmaras municipais, seis são do Estado do Rio, Para ser eleito vereador em Belford Roxo, os candidatos terão que enfrentar o 7º “vestibular” mais difícil do país: são 28 aspirantes para cada uma das 25 cadeiras. 
Três municípios da Baixada Fluminense estão na lista: Nova Iguaçu (3ª posição),Belford Roxo (7ª) e Duque de Caxias (9ª). São Gonçalo, na Região Metropolitana, aparece com a quinta maior relação candidato-vaga, e Campos, no Norte Fluminense, fecha o ranking. Nestas cidades, fica entre 26 e 31 o número de concorrentes por cadeira. O salário bruto do vereador nos municípios citados na listagem pode variar entre R$ 9,2 mil e R$ 15 mil. No ranking dos 30 municípios com disputa mais acirrada nas eleições proporcionais deste ano, o Rio também lidera, com nove cidades na lista, contra oito de São Paulo.

O levantamento da CNM com base no sistema do Tribunal Superior Eleitoral mostra ainda que, em todo o Brasil, quase 433 mil candidatos concorrem a 57,4 mil vagas de vereador. O PMDB é o partido com o maior número de políticos na disputa (41,5 mil), seguido pelo PT (39,6 mil) e PSDB (32,8 mil).

Os candidatos a vereador podem até enfrentar uma relação candidato-vaga parecida com a do vestibular, mas o método de classificação é bem mais complexo. Não basta estar entre os mais votados para se eleger. Terminada a apuração, a Justiça Eleitoral calcula o quociente eleitoral, ou seja, divide o número de votos válidos (que excluem os brancos e nulos) pelo número de cadeiras. A partir daí, é calculado um outro quociente, o partidário. Trata-se da divisão do número de votos válidos do partido ou da coligação pelo quociente eleitoral. Da conta, sai a quantidade de cadeiras que cada legenda terá direito. Se uma sigla tem quociente partidário cinco, estarão eleitos os cinco mais votados deste partido ou coligação.

Muitas siglas optam por lançar puxadores de voto. Eles obtêm votação significativa e fazem com que a legenda tenha um alto quociente partidário, ajudando a eleger companheiros de partido com votação menor, mas que ganham a vaga porque a legenda conseguiu um índice alto.


Fonte: Blog Noticias de Belford Roxo

Infidelidade partidária em Belford Roxo


Mas não é só no alto escalão do governo federal que a mistura política acontece. Em Belford Roxo, por exemplo, muita gente do PT do prefeito Alcides Rolim está apoiando candidatos a prefeito de outro partido. Aliás, Mesquita e outros municípios da Baixada também entraram na dança do troca-troca: candidatos a vereadores estão apoiando candidatos a prefeito fora de suas coligações. A turma está em busca de quem oferece mais estrutura para garantir condições de tocar a campanha eleitoral. Assim, oficializaram a infidelidade partidária.  
Fonte: Jornal de Hoje

Debate entre os candidatos a Prefeito de Belford Roxo



A partir do próximo dia 19, o EXTRA inicia a série de debates que promoverá entre candidatos a prefeito das quatro principais cidades da Baixada Fluminense: Belford Roxo (dia 19), São João de Meriti (20), Nova Iguaçu (21) e Duque de Caxias (25). O critério adotado para definir os cinco participantes de cada encontro é o de representatividade na Câmara dos Deputados. A exceção é Meriti, onde há só quatro concorrentes: o servidor Albirato Goudart (PSOL), o vereador Doca Brazão (PMDB) e o prefeito Sandro Matos (PDT). O vereador João Ferreira Neto (PR) recusou o convite.

Em Belford Roxo, irão ao debate o prefeito Alcides Rolim (PT), o vereador Dennis Dauttmam (PC do B), o ex-vereador Beto Almada (PSC), o deputado estadual Waguinho (PRTB) e o professor Rafael Andrade (PSOL). Atualmente, cerca de um quarto das residências na cidade não tem água encanada e os dejetos são lançados em fossas, valas e rios segundo o IBGE.

Os debates serão mediados pelo editor-executivo do EXTRA Marlon Brum.

Fonte: Blog conteudodiversificado

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Inocentes de Belford Roxo inicia disputa de sambas nesta sexta.


A escola de samba Inocentes de Belford Roxo realizou  nesta sexta-feira, 24 de agosto, sua primeira disputa no concurso de sambas-enredo que elegerá o hino oficial da agremiação, para o Carnaval de 2013.
Com o enredo "As sete confluências do Rio Han - Os 50 anos da imigração sul-coreana no Brasil", a azul, vermelha e branca contará com 8 obras concorrentes na competição.

"Eu ouvi os CDs dos sambas e achei que boa parte dos compositores entendeu a proposta do enredo. Mas eu vou ver o desempenho amanhã na quadra. Amanhã é outra avaliação", opinou o carnavalesco Wagner Gonçalves.
Lembrando que as eliminatórias acontecerão sempre às sextas, com o corte de um samba, até o dia da final, 12 de outubro.
O endereço da quadra da Inocentes é avenida Boulevard, número 1741, São Vicente, em Belford Roxo.

Fonte: SRZD

Moradores gritam por socorro no Jardim das Acácias em Belford Roxo.

O morador Alfredo Araújo aponta um dos focos de doenças  
O lixo já faz parte do dia a dia dos moradores da Rua Penédia, no Bairro Jardim das Acácias, em Belford Roxo, mais ainda de quem mora próximo à praça da Filosofia, ou melhor, projeto de praça, além do monte de lixo há um esgoto a céu aberto. O local onde seria o ponto de encontro para crianças poderem brincar, adolescentes se reunirem para conversar é, na verdade, um reservatório de lixo e o ponto de encontro de usuários de drogas. Penédia é a rua principal do bairro e há grande circulação de crianças.
“Essa é a rua principal do Bairro, onde crianças precisam passar para irem a escola. E quando o esgoto” contou o morador Alfredo Araújo, 74 anos.

“As condições do local são precárias. Moro aqui há 38 anos e essa praça sempre foi assim, isso é se podemos chamar de praça porque na verdade de praça só tem o nome. Criança quer brincar e não pode. Vai brincar aonde? Nesse monte de lixo?”, disse o agente comunitário Valdevino, 54 anos.
Segundo Valdevino, quando chove toda água que desce do morro vai para a rua e faz com que vire um lamaçal e impossibilita a passagem de veículos.
“Agora que está sol fica difícil a passagem de carros. Muitos buracos, muita poeira. E quando chove? Ninguém entra e ninguém sai. Um absurdo”, contou o agente comunitário.
“O bairro precisa de melhorias, não precisa ser cem por centro, 50 já é uma grande ajuda. Ruas com meio-fio e calçadas adaptadas com rampas, onde não há lixo ou esgoto a vista são condições relacionadas à saúde e bem-estar da população”, desabafou.


Valdevino contou que o secretário de obras Milton Rattes de Aguiar esteve no local quinta-feira passada visitando toda a área, e disse que mandaria profissionais para a limpeza e desobstrução do local, mas até então nada foi feito.  


Fonte: Jornal de Hoje

Lixo causa conflito entre Belford Roxo e Nilópolis



Dois municípios da Baixada Fluminense estão se estranhando por causa do lixo. O prefeito de Belford Roxo, Alcides Rolim, acusa a prefeitura de Nilópolis de tentar vazar detritos irregularmente no aterro sanitário da cidade. A afirmação foi feita na sexta-feira, meia hora após duas carretas, com oito toneladas de lixo de Nilópolis, serem apreendidas na estrada de acesso ao aterro do bairro Recantus. Os veículos foram levados para o depósito municipal. Rolim confiscou documentos e as chaves das carretas, e multou em R$ 520 mil a prefeitura de Nilópolis, por crime ambiental:
- As chaves e os documentos só sairão daqui quando a parte jurídica e a multa forem acertadas. Nilópolis tem que se virar com o lixo. Se a empresa que administra o aterro insistir em receber lixo de outras cidades, o que é proibido por um decreto municipal de 2011, posso multá-los por crime ambiental ou retirar a concessão.
A prefeitura de Nilópolis deu outra versão. Segundo Renato Rabello, secretário de Meio Ambiente, não se tentou vazar o lixo em Belford Roxo. Os veículos teriam partido de pontos diferentes da cidade para verificar a distância até o aterro do município vizinho. A medição faria parte de um levantamento de custos, feito por uma empresa terceirizada que coleta lixo em Nilópolis, em parceria com a firma responsável pelo aterro de Belford Roxo. A versão foi confirmada pelo empresário Moisés Boechat, que administra o aterro:
- Os caminhões só vieram mesmo fazer medição. Mas, estou apto, sim, a receber lixo de outros municípios. Tenho licença estadual para isso.
Fonte. O GLOBO

Assista o programa eleitoral de Belford Roxo (Prefeito)

Colocaremos aqui os programas dos candidatos à prefeito.
Assim você poderá conhecer os candidatos, ver seu programa de governo e avaliar a sua escolha.
Colocaremos os vídeos em ordem alfabética dos candidatos,
depois colocaremos na ordem em que são exibidos na tv.
Divulgaremos aqueles que disponibilizarem os vídeos no youtube, os demais* poderão enviar o link do seu vídeo para babadeirosdebel@gmail.com 
*(Rafael Andrade, ainda não divulgou seu vídeo)



ALCIDES ROLIM -13



BETO ALMADA - 20


DENNIS DAUTTMAM - 65


WAGUINHO - 28

Ministra da Cultura Libera R$2,8 milhões para Inocentes de Belford Roxo


A ministra da Cultura, Ana de Hollanda liberou captação de R$ 2,8 milhões para a escola de samba carioca Inocentes de Belford Roxo.
Para que a agremiação possa desfilar na Sapucaí em 2013.


Fonte. Blog Sonia Rocy - Jornal Estadão

Ministro do trabalho diz que pagamento a prefeitura de Belford Roxo foi uma coincidência


Os ministros negam favorecimento no rateio de verbas. Dizem que a liberação de emendas, assim como seus pagamentos, são decididos pela Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, em negociações diretas com os parlamentares.
O ministro do Trabalho, Brizola Neto (PDT-RJ), disse, via assessores, que o pagamento feito à Prefeitura de Belford Roxo quatro dias depois de assumir foi uma "coincidência". Em nota, disse que a emenda que apresentou foi aprovada pelo Congresso em 2011, mas que o recurso só foi liberado após o município depositar sua contrapartida, o que só teria ocorrido em abril deste ano.
"O ministério não privilegia emendas de alguns. Parlamentares de todos os partidos fazem suas emendas, nos termos da lei, e as alocam em vários ministérios. No geral, atendidos os requisitos legais e havendo disponibilidade orçamentária, os recursos são liberados", diz a nota.
Fonte: Jornal Estadão ; Estadao.com.br




No Trabalho, Brizola Neto já liberou R$ 1,8 milhão para projetos apadrinhados pelo deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), o Paulinho da Força, que disputa a Prefeitura de São Paulo. O valor é o mais alto pago este ano. Bancou programas de habilitação de trabalhadores ao Seguro Desemprego e de "orientação e intermediação" de mão de obra em São Paulo. O segundo no ranking é o próprio ministro, empossado em 3 de maio. Quatro dias depois, a pasta pagou R$ 599.900, referentes a uma emenda dele, para a Prefeitura de Belford Roxo, sua base eleitoral - a cidade é administrada pelo aliado PT. O valor bancou projeto para elevação da escolaridade e qualificação profissional de trabalhadores no Programa ProJovem.
Brizola Neto sucedeu a Carlos Lupi, presidente nacional do PDT, que pediu demissão em 2011 sob suspeitas de favorecer a sigla.
Em família. Na Integração Nacional, Bezerra Coelho já pagou este ano R$ 4,6 milhões de emenda do filho. O dinheiro foi enviado em parcelas para apoio a projetos de desenvolvimento sustentável em Pernambuco, base política da família. Bezerra Filho é o deputado mais contemplado com recursos de emendas específicas, pagas este ano pelo ministério comandado pelo pai.
Fonte: O GLOBO

Anatel proíbe a Oi de cobrar por ligações de orelhões em Belford Roxo até 31 de Dezembro



A Oi está impedida de cobrar as ligações locais feitas de orelhões em 1.724 municípios nos estados de Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Paraná e Sergipe até 30 de outubro por causa da qualidade dos serviços. Isto porque eles estão indisponíveis para o uso ou com problemas. E em 296 cidades o prazo é maior ainda, vai até 31 de dezembro deste ano, por causa da densidade, nesses locais não está sendo cumprida a exigência de quatro aparelhos para cada 1.000 habitantes como determina a legislação.

No Rio de Janeiro o problema da densidade atinge apenas o município de Belford Roxo. Outros 20 estados também registraram falta de aparelhos. A medida atingirá cerca de 29% da população do país, segundo a Anatel.Existem também 446 municípios em que a situação é pior ainda, enfrentam os dois problemas. As ligações locais não poderão ser cobradas também até o final do ano.

Para fazer as ligações gratuitas, bastará o usuário tirar o telefone do ganho e fazer a ligação ou poderá usar o cartão, mas o crédito não será consumidor.

Oi terá um prazo para adaptar os telefones públicos a fazerem as ligações gratuitas. Até o próximo dia 30, em cerca de 90% deles deverá aceitar este tipo de chamada, e até o dia 30 de setembro em todos eles.

O superintendente de Universalização da Anatel, José Gonçalves Neto, disse que a grande maioria das programações são feitas nas centrais telefônicas, mas ainda existem orelhões que precisam ser adaptados caso a caso.

Ainda nesta semana, relatório da Anatel indicou que a operadora pode ter as vendas de serviços de banda larga suspendidas devido à suposta prática de comercialização casada. Venda casada, segundo o Código de Defesa do Consumidor, é quando a comercialização de um produto ou serviço está condicionada ao fornecimento de outro produto ou serviço. A prática é proibida.
Também devido à má qualidade dos serviços, a agência determinou, no último mês, a suspensão da venda de chips das operadoras de telefonia celular, Claro, a TIM e a Oi. Após a entrega de planos de ação para melhoria da prestação de serviços, a Anatel autorizou, em 3 de agosto, a retomada da comercialização de novas linhas.

veja no link abaixo a lista completas das cidades e Belford Roxo está incluído:
http://www.anatel.gov.br/Portal/documentos/sala_imprensa/24-8-2012--15h28min23s-Relacao_municipios.pdf

Fonte: Noticias de Belford Roxo

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Saúde e eleições na Baixada Fluminense: é a sua vez, cidadão!


É vergonhosa a estrutura da saúde na Região Metropolitana do Rio de Janeiro - RJ. Segundo dados fornecidos pelo Sistema Único de Saúde - SUS, no ano passado, doze municípios que compõem o Consórcio Intermunicipal de Saúde da Baixada Fluminense, formado porBelford Roxo, Duque de Caxias, Itaguaí, Japeri, Magé, Mesquita, Nilópolis, Nova Iguaçu, Paracambi, Queimados, São João de Meriti e Seropédica, mandaram para internação em hospitais de outras cidades 31.687 pacientes, o que equivale a 45% de todos os doentes atendidos fora dos municípios de origem.

Nessa vergonhosa romaria, onde o maior prejudicado é exatamente o cidadão contribuinte, Nova Iguaçu encabeça a lista dos municípios que mais exportaram seus doentes, mandando nada menos que 12.207 pessoas para internação em outras cidades, numa aterradora média de 33 pacientes por dia. 
Outro município que chama a atenção em matéria de omissão na saúde pública é Mesquita, onde o único hospital até então existente, o Leonel de Moura Brizola, foi fechado há cerca de um ano. Com isso, em 2011, nenhum paciente foi internado naquele município, o que fez com que 3.034 pacientes fossem mandados para outras cidades.
Como sempre acontece, a prefeitura de Mesquita usou a falta de recursos como o principal motivo para o fechamento do hospital da cidade: segundo a nota divulgada, "o município não estava recebendo repasse da União e nem do Estado, e não tinha condições de custear a manutenção". O outro motivo alegado foi “a demissão em massa dos médicos para buscar empregos nas UPAs - Unidades de Pronto Atendimento”, pois “Mesquita pagava R$ 5 mil mensais, enquanto o Estado paga mais do que o dobro”.
A prefeitura de Nova Iguaçu, município que mais enviou pacientes para outras cidades no ano passado, ressaltou em nota que também absorve muitos pacientes da Baixada, no Hospital da Posse, realizando atendimentos de urgência e emergência com média e alta complexidade, tanto clínicos como cirúrgicos. A unidade, segundo a nota “segue as diretrizes do Ministério da Saúde e adotou o Programa QualiSUS e a Política Nacional de Humanização”. Todo mundo tem uma explicação, não é verdade? 
No setor de cirurgia vascular do Hospital Souza Aguiar, por exemplo, 50% dos pacientes são da Baixada Fluminense. No total da unidade, são 25%. Segundo a direção, o pactuado com os municípios vizinhos é 10%, o que levou o secretário municipal de Saúde do Rio, Hans Dohmann, a fazer um comentário interessante:
- A sensação que temos é que, quando abrimos uma nova unidade aqui, uma se fecha num município vizinho.

O consórcio que reúne os municípios da Baixada é presidido pelo prefeito de Belford Roxo, Alcides Rolim, que admitiu, em nota, que a região tem um déficit de seis mil leitos, mas ressaltou iniciativas como a conclusão das obras do Hospital de Queimados, com recursos da União, e a construção pelo Estado de um Hospital de Trauma, em Nova Iguaçu. Ainda de acordo com a nota distribuída, o consórcio sabe “que as ações em curso não serão suficientes para zerar o déficit de mais de 40 anos de baixíssimos investimentos no setor, mas temos certeza que a peregrinação de pacientes rumo à capital já diminuiu sensivelmente”. Diminuiu para ele, Alcides Rolim, que se precisar, tem tratamento de Primeiro Mundo, especial. O cidadão comum vai continuar morrendo por falta de socorro.
Regina Célia, que mora em Belford Roxo, está no Souza Aguiar há cerca
de 90 dias porque não tem como fazer curativos perto de casa.


Um bom exemplo da atual situação é Regina Célia Nogueira, de 65 anos, moradora de Belford Roxo, que há cerca de três meses chegou ao Hospital Souza Aguiar, no centro do Rio, pela emergência da unidade, depois que o agravamento de um quadro de diabetes fez com que ela precisasse de uma cirurgia vascular. O longo tempo de espera para voltar para casa após o procedimento é explicado por sua acompanhante, Vanessa Carolina da Silva Félix:


- Perto de casa não tem um lugar onde ela possa fazer os curativos. Aí, precisa ficar internada aqui, porque os filhos não teriam condições de trazê-la para o Rio todos os dias.
Para que você tenha uma ideia do descaso de prefeitos de ontem e de hoje, é bom que se frise, veja o gráfico abaixo, que mostra o que gastaram por dia com a saúde de cada um de seus habitantes as 15 cidades da Baixada Fluminense e tire suas próprias conclusões.


Não falta dinheiro para pagar a cambada de vereadores que vai às Câmaras das cidades da Baixada apenas para apresentar projetos cujo objetivo é troca do nome de alguma rua, medalhinhas de mérito e outras baboseiras; não falta dinheiro para a contratação de assessores destes verdadeiros "fiscais da natureza"; não falta dinheiro para a corrupção que a mídia estampa diuturnamente. Mas para atender o cidadão que paga por tudo isso, claro, lógico e evidente, "não há recursos".

Na verdade, a questão da saúde na Baixada Fluminense é de verdadeira omissão de socorro, via de regra com mortes, motivo suficiente para que os responsáveis já estivessem há muito tempo na cadeia, se o Brasil fosse um país sério, obviamente.

O pior de tudo, e este é o grande trunfo dos profissionais políticos que se eternizam no poder, é que a sociedade não está nem aí para esse tipo de assunto. Por isso, acaba tendo o que merece. Mas como a esperança é a última que morre e torço para queimar a minha língua, as novas eleições estão aí. E você sabe quem são os candidatos? Os mesmos de sempre, com novas promessas, é claro: "vamos mudar", "vamos fazer mais do que fizemos", "o sonho não pode morrer", "tamo junto", "pior do que tá não pode ficar" e por aí afora. É a sua hora, cidadão sofrido, maltratado, humilhado e constrangido! É a sua chance de devolver o que recebeu até aqui dos maus políticos. Ou será que você vai preferir continuar morrendo na porta dos hospitais? O voto é a sua arma! Utilize-a com consciência...

Fonte: O Globo

Foragido da Justiça da Paraíba é preso em Belford Roxo.


Agentes da Subsecretaria de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro prenderam na manhã desta quarta-feira (22), em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, Paulo Malaquias da Rocha, de 32 anos.

Foragido da Justiça há sete anos, ele foi encontrado em casa, onde morava e atuava como empresário. Havia contra ele um mandado de prisão por homicídio qualificado expedido pela Vara Única da cidade de Alhandra, na Paraíba.

Rocha é acusado de ter sequestrado, em 2006, o empresário pernambucano Adilson Bezerra de Albuquerque. O corpo da vítima foi encontrado carbonizado em um canavial de Alhandra.

O preso deverá ser encaminhado ainda esta semana para a Paraíba e conduzido a um dos presídios do Estado.

Fonte: Blog Belford roxo Online

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Inocentes de Belford Roxo abre inscrições para ritmistas


A inocentes de Belford Roxo abriu as inscrições para quem quiser integrar na bateria da escola. Os interessados devem ir até a quadra da agremiação para efetuar a sua inscrição, das 19h às 20h. As inscrições vão acontecer sempre às quartas-feiras.

Para ser ritmista, é preciso ter a partir de 18 anos e ter experiência com instrumento. No Carnaval de 2013, a bateria da Inocentes terá 300 componentes comandados pelo mestre Washington paz.

Para quem quiser aprender a tocar algum instrumento, a escola também abriu vagas. A inscrição é feita às quartas-feiras, às 19h.
Fonte: Blog Noticias de Belford Roxo

terça-feira, 21 de agosto de 2012

Programa de bolsas de estudo oferece vagas para educação à distância em Belford Roxo


A expansão do ensino a distância (EAD) mudou o cenário educacional do Brasil e hoje, cerca de 2 milhões de pessoas integram a modalidade, de acordo com a Associação Brasileira de Educação a Distância (Abed). Para contribuir com esse crescimento, o Educa Mais Brasil, maior programa de incentivo educacional do país, está oferecendo no segundo semestre deste ano mais de 10 mil bolsas de estudo de até 45% para cursos de graduação e pós-graduação EAD em todo o estado do Rio de Janeiro.
A possibilidade de acesso a informação de qualquer lugar, a redução dos custos e a flexibilidade do horário são os fatores mais importantes para a escolha do ensino à distância. O acúmulo de tarefas no dia a dia, ponto que era determinante para a não realização do sonho de cursar uma graduação ou pós-graduação, deixou de ser um obstáculo. Segundo Andréia Torres, Diretora de Expansão e Relacionamento do Educa Mais Brasil, “o objetivo ao disponibilizar as bolsas de estudo em EAD é acompanhar a mudança do cenário educacional beneficiando mais pessoas que desejam ter uma carreira e posteriormente consolidá-la”.
As inscrições para concorrer a uma das vagas são gratuitas e devem ser realizadas através do site www.educamaisbrasil.com.br, quando o candidato poderá escolher entre os cursos e as instituições de ensino parceiras. Mais informações podem ser adquiridas também com a central de atendimento no telefone 0800 724 7202.
Fonte: Blog Noticias de Belford Roxo 

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Justiça Eleitoral barra candidatura de mais de cem policiais e bombeiros.


A Justiça Eleitoral fechou o cerco para mais de uma centena de policiais e bombeiros candidatos a vereador no Rio de Janeiro.No total, 568 agentes pediram licença remunerada para concorrer nas eleições deste ano. Mas, de acordo com o último balanço do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), 102 aspirantes ao cargo do Legislativo foram barrados em todo Estado.

Os motivos vão desde falta de documentação exigida para o registro eleitoral até suspeita de ligação com milícias e outros grupos paramilitares. Os PMs aparecem no topo da lista dos barrados, com 70 nomes considerados inaptos pelo TRE-RJ (Tribunal Regional Eleitoral do Rio), seguidos de sete policiais civis e 25 bombeiros.

Os candidatos ainda podem entrar com pedido para reverter a decisão da Justiça, que tem até o dia 23 de agosto para julgar os recursos. Enquanto isso, todos os agentes, inclusive os policiais e bombeiros com registro negado, continuam afastados de suas funções e em campanha eleitoral. O desfalque nas três instituições provoca a diminuição do efetivo nas ruas.

Com 391 candidaturas, a Polícia Militar perde o equivalente ao número de agentes que lotam uma das quatro UPPs (Unidade de Polícia Pacificadora) do Complexo do Alemão, na zona norte. Os 61 policiais civis que tentam cargo político poderiam completar o quadro de uma delegacia da capital. Os 120 bombeiros preencheriam o contingente médio de um quartel da zona oeste.
Por conta do número elevado das candidaturas, o TRE-RJ, em parceria com o Ministério Público e a Secretaria Estadual de Segurança, decidiu investigar a campanha de todos os agentes a fim de evitar casos de intimidação de eleitores. Além disso, os candidatos estão sob fiscalização rigorosa da força-tarefa que busca indícios de envolvimento com milícias, conforme ressalta o procurador regional eleitoral, Maurício Ribeiro.

— O fato de eles [policiais e bombeiros] estarem sendo investigados não quer dizer que todos tenham ligação com grupos paramilitares. A função da força-tarefa não é reprimir um ou outro candidato específico, mas sim realizar um trabalho preventivo e de esclarecimento da população acerca da inviolabilidade do voto.

Fonte:R7